Selecione a página

Mercedes-Benz inaugura da fábrica de reciclagem de baterias em Kuppenheim, Alemanha

Mercedes-Benz inaugura da fábrica de reciclagem de baterias em Kuppenheim, Alemanha

A Mercedes-Benz lançou hoje de forma simbólica em uma cerimônia a pedra fundamental para uma fábrica de reciclagem de baterias em Kuppenheim. A empresa reforça assim o seu objetivo de apresentar um encerramento sustentável do ciclo de reciclagem das baterias e reduzir significativamente o consumo de recursos. O comissionamento da primeira etapa da planta – desmontagem mecânica – está previsto para começar no final deste ano.

Sujeito às conversas com o setor público, a fábrica-piloto será concluída por hidrometalurgia apenas alguns meses depois. A integração deste processo inovador no conceito geral de uma fábrica de reciclagem é atualmente única na Europa. A Mercedes-Benz está investindo uma quantia na casa dos milhões de dois dígitos na construção do sistema, que é operado com base neutra em CO2 e está sendo financiado como parte de um projeto de pesquisa científica do Ministério Federal de Economia e Proteção Climátic. Este investimento fortalece o papel da unidade de Kuppenheim na rede global de produção da Mercedes-Benz e é um passo decisivo dentro da estratégia de negócios sustentável da Mercedes-Benz em direção a “Eletric Only”.

O lançamento simbólico da pedra fundamental contou com a presença de: Jörg Burzer, Membro do Conselho de Administração do Mercedes-Benz Group AG, responsável pela Produção e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, e Michael Brecht, Presidente do Conselho de Trabalhadores da joint venture Gaggenau, à qual pertence a fábrica de Kuppenheim. A Mercedes-Benz também deu as boas-vindas a Thekla Walker, Ministra do Meio Ambiente, Clima e Energia de Baden-Württemberg, e outros convidados de honra para o lançamento da pedra fundamental.

“Esta pedra angular simboliza o passo decisivo para fechar o ciclo de materiais para as baterias da Mercedes-Benz. Com uma taxa de reciclagem de mais de 96%, uma simbólica ‘mina do amanhã’ está sendo criada aqui em Kuppenheim. A abordagem tecnológica inovadora permite-nos incorporar as valiosas matérias-primas nos novos veículos Mercedes-EQ. Estamos expandindo consistentemente nossa experiência na área de criação de valor de bateria e estamos dando um passo importante em nossa estratégia para ‘Somente elétrica’. Ao mesmo tempo, juntamente com nossos parceiros de negócios e ciência, estamos enviando um importante sinal de força inovadora em Baden-Württemberg e na Alemanha para a eletromobilidade sustentável”. Jörg Burzer, Membro do Conselho de Administração do Mercedes-Benz Group AG, Produção e Gestão da Cadeia de Suprimentos.

 “Estou satisfeito que a Mercedes-Benz esteja assumindo um papel pioneiro com a fábrica piloto para reciclagem de baterias aqui em Kuppenheim e esteja promovendo consistentemente o tema da economia circular. Isso é de particular importância em vista da disponibilidade limitada de importantes matérias-primas de alta demanda, como lítio, cobalto e níquel. Crises como a pandemia de corona ou a brutal guerra de agressão russa na Ucrânia demonstraram claramente nossa dependência de cadeias de suprimentos e matérias-primas primárias. O aumento da reciclagem pode ajudar a reduzir essa dependência de matérias-primas críticas e, assim, fortalecer a resiliência da economia. O tema da reciclagem de baterias é, portanto, altamente atual e também de interesse estratégico”. Thekla Walker MdL, Ministra do Meio Ambiente, Clima e Energia em Baden-Württemberg.

LOCALIZAÇÃO KUPPENHEIM

No futuro, a fábrica de reciclagem de baterias da Mercedes-Benz em Kuppenheim cobrirá todas as etapas, desde a desmontagem até o nível do módulo, trituração e secagem, processamento dos fluxos de material e qualidade da bateria. O projeto de processo de hidrometalurgia com taxas de recuperação de mais de 96 % permite uma economia circular real de materiais de bateria. Para este fim, a Mercedes-Benz está cooperando com o parceiro de tecnologia Primobius (joint venture entre a empresa alemã de engenharia mecânica SMS group e o desenvolvedor de projetos australiano Neometals). Toda a cadeia do processo de reciclagem de baterias também é considerada como parte do projeto de pesquisa científica superior: desde o desenvolvimento de conceitos de logística, através da reciclagem sustentável de matérias-primas valiosas até à reintegração dos recicláveis ​​na produção de novas baterias. Os parceiros estão, portanto, dando uma importante contribuição para o futuro dimensionamento da indústria de reciclagem de baterias na Alemanha.

A planta piloto terá capacidade anual de 2.500 toneladas. Os materiais recuperados são devolvidos ao ciclo de materiais e, portanto, são usados ​​na produção de mais de 50.000 módulos de bateria para novos modelos totalmente elétricos da Mercedes-Benz. Com base no conhecimento adquirido na fábrica-piloto, os volumes de produção poderão ser ampliados a médio e longo prazo.

Abordagem holística para a criação de valor da bateria

Tendo em vista a economia circular dos sistemas de bateria, a Mercedes-Benz segue uma abordagem holística e considera três tópicos principais: design circular, retenção de valor e fechamento do ciclo. Durante o desenvolvimento, a empresa cria um conceito para cada modelo de veículo no qual todos os componentes e materiais são analisados ​​quanto à sua adequação no âmbito de uma economia circular. A reciclagem de materiais das matérias-primas utilizadas, como lítio, níquel e cobalto, é parte integrante da consideração e também começa com o design dos componentes. Essa consideração se estende por toda a cadeia de suprimentos, desde a mina até a reciclagem. Também é dada grande atenção ao cumprimento dos direitos humanos nas condições de trabalho dos funcionários.

A Mercedes-Benz oferece baterias recondicionadas como peças de reposição para todos os veículos elétricos, a fim de fazer justiça ao conceito de ciclo econômico fechado e economizar recursos. Além disso, a Mercedes-Benz estabeleceu um modelo de negócios de sucesso com aplicações estacionárias de armazenamento em larga escala com sua subsidiária Mercedes-Benz Energy. As baterias que não podem mais ser usadas no veículo podem continuar a ser usadas em um sistema de armazenamento de 2ª vida. A reciclagem de material ocorre no final da vida útil de uma bateria e é a chave para fechar o ciclo do material. Além disso, a Mercedes-Benz estabeleceu um modelo de negócios de sucesso com aplicações estacionárias de armazenamento em larga escala com sua subsidiária Mercedes-Benz Energy.

As baterias que não podem mais ser usadas no veículo podem continuar a ser usadas em um sistema de armazenamento de 2ª vida. A reciclagem de material ocorre no final da vida útil de uma bateria e é a chave para fechar o ciclo do material. Além disso, a Mercedes-Benz estabeleceu um modelo de negócios de sucesso com aplicações estacionárias de armazenamento em larga escala com sua subsidiária Mercedes-Benz Energy. As baterias que não podem mais ser usadas no veículo podem continuar a ser usadas em um sistema de armazenamento de 2ª vida. A reciclagem de material ocorre no final da vida útil de uma bateria e é a chave para fechar o ciclo do material.

Imagens: Mercedes-Benz Group AG

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes