Selecione a página

Vídeo: Mercedes-EQC 4×4² mostra-se com suas capacidades off-road

Vídeo: Mercedes-EQC 4×4² mostra-se com suas capacidades off-road

Quem disse que carros elétricos são incapazes de enfrentar o fora de estrada nunca deve ter ouvido falar no Mercedes-EQC 4 × 4². O projeto elétrico aventureiro estreia na pista cheia de obstáculos em um vídeo postado pelo fabricante em seu canal no YouTube.

Os engenheiros da Mercedes-Benz elevaram o famoso espírito inventivo da Suábia (região de Baden-Württemberg) ao próximo nível, a fim de mostrar a todos que qualquer obstáculo pode ser um divertimento.

“Aprendi a transformar obstáculos em oportunidades”, diz a mais jovem Campeã Mundial de Wakeboard Pró-Feminino, Sanne Meijer. É ela é quem aparece no vídeo, entrando no mesmo time com o utilitário elétrico. “Para apreciá-los e não apenas superá-los, mas fazê-lo com estilo”, diz ela enquanto desenha com sua prancha.

A aventura continua à noite, quando o logotipo da estrela de três pontas do Mercedes-Benz EQC 4 × 4² brilha no escuro, assim como a corda que prende o atleta ao carro.

Um piloto profissional em um percurso fechado aborda água, lama e terreno rochoso e Mercedes avisa os amadores: “Não tente!”.

Mercedes-EQC 4 × 4² não é o primeiro carro de eixo portal da empresa

O extravagante Mercedes-EQC 4 × 4² não é de forma alguma o primeiro veículo de eixo de portal do fabricante de automóveis de carros de luxo. O projeto Mercedes-Benz G500 4 × 4 2 e E-Class All-Terrain 4 × 4² juntam-se ao clube exclusivo dos high-rides de luxo.

O Mercedes-EQC 4 × 4² é apenas um conceito no momento. Mas, considerando o passado, a Mercedes pode acabar construindo um modelo de produção em série. O EQC off-road aumenta a distância ao solo dos 140 milímetros padrão para 293 milímetros, sendo 23 milímetros maior do que o próprio Classe G padrão. Isso é mais do que o dobro da distância ao solo do EQC padrão.

O carro possui uma profundidade de travessia de 400 milímetros. O modelo usa rodas de 20 polegadas com pneus 285/50 R20, que o colocam ainda mais longe do solo.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes