Selecione a página

Techno Classic 2019, Mercedes-Benz celebra os 50 anos da lenda C 111

Techno Classic 2019, Mercedes-Benz celebra os 50 anos da lenda C 111

A Mercedes-Benz estará presente 30ª Techno Classic que ocorre entre os dias 10 a 14 de abril de 2019 em Essen: um total de seis veículos serão expostos no stand da marca. O destaque desta edição será para os lendários veículos C 111 que foram um laboratórios de pesquisa e quebra de recordes, que em 2019 completam 50 anos de sua primeira aparição.

A grande vitrine da marca de Stuttgart será sem dúvidas a fascinante família de veículos experimentais C111 – com todas as suas variantes de motores e de visual. A Mercedes-Benz apresentou oficialmente o C 111 no Salão Automóvel de Frankfurt (IAA), há 50 anos, em setembro de 1969. Lá, um elegante e futurista carro esportivo de alto desempenho em formato compacto, equipado com um motor Wankel de três rotores, pintado em laranja metálico roubou a cena daquela certame.

O C 111-II veio atualizado e estilisticamente mais agradável. A novidade era o motor Wankel de quatro rotores, adequado para o uso diário, foi apresentado no Salão Automóvel de Genebra em Março de 1970. O carro esportivo continuou sendo um veículo de pesquisa, e não entrou na produção seriada.

A partir de 1976 a marca apresentou uma série de veículos que quebraram inúmeros recordes. O primeiro foi o C 111-II D, recebeu um motor de três litros, cinco cilindros, movido a Diesel. Na versão aspirada este motor desenvolvia 80 cv de potência, mas com a adição do turbocompressor e o resfriador de ar, a potência subiu para 190 cv. Em 12 de junho de 1976, a Mercedes-Benz estabeleceu um total de 16 recordes mundiais (13 somente com o modelo movido a óleo diesel) na pista de testes em Nardò (Itália). O motor Diesel havia comprovado sua viabilidade para carros esportes.

O C 111-III (turbo diesel, 1978) e o C 111-IV (motor a gasolina V8, 1979), foram construídos com a finalidade de bater recordes de velocidade. Pintados na cor prata ao invés do conhecido laranja, o terceiro modelo trazia carroceria longa, frente baixa e afilada, rodas parcialmente cobertas, traseira truncada e o mínimo de saliências. O para-brisa inclinado e curvo contribuía para o excelente Cx de apenas 0,183.

A versão C 111-III trazia motor diesel recalibrado para render 230 cv, estabeleceu um novo recorde em abril de 1978 a 321,9 km/h no trecho de 500 km da pista de Nardò. Em 1979 chegava um novo integrante da família esportista, era o C 111 IV, equipado com motor V8 de 4,8 litros a gasolina e dois turbos KKK e impressionantes 500 cv de potência, feito a partir do trem de força aspirado de 4,5 litros. Com uma série de apêndices aerodinâmicos, o bólido alcançou espantosos 403,979 km\h em Nardò. A Família de esportivos C 111 havia colocado mais uma vez o nome Mercedes-Benz em destaque. E uma forma de relembrar todos esses feitos será na Techno Classic, um ambiente adequado para marcar o aniversário de 125 anos da divisão “Motorsport” da Mercedes-Benz.

A Mercedes-Benz Classic estará expondo no Hall 1 no Centro de Exposições de Essen, em uma área designada de cerca de 4.500 metros quadrados.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes