Selecione a página

Mercedes Classe A híbrido bate recorde de pedidos

Mercedes Classe A híbrido bate recorde de pedidos

A Mercedes-Benz passou a oferecer em seu catálogo de produtos o modelo Classe A 250e Híbrido Plug-in há 15 dias. Trata-se de uma variante que adiciona um potente motor elétrico e, acima de tudo, uma bateria com alta capacidade de carga, que aciona as possibilidades de movimentação no modo 100% elétrico.

Agora, o Mercedes Classe A 250e viu seus os pedidos excederam completamente as expectativas da marca alemã, onde em apenas duas semanas após abrir o configurador, eles tiveram que parar de aceitar novos pedidos após uma avalanche de 15 mil encomendas.

Um número que podemos contextualizar com as 44.189 unidades da Classe A que o fabricante alemão vendeu na Alemanha ao longo de 2019, o que significa que em duas semanas eles venderam 33% da produção de todo o ano passado.

Isso indica, por um lado, a forte demanda existente na Alemanha, tanto pelo crescimento do próprio setor de carros elétricos quanto pela entrada em vigor dos novos auxílios à compra, que permitem aos clientes abatimento total de 7.110 euros (R$ 41.400) no valor da Classe A, além de o IVA ser reduzido de 19 para 16%. Sem dúvida uma proposta tentadora que deixa o preço final do compacto híbrido em 30.600 euros (R$ 178.500).

Por outro lado, essa situação deixará muitas entregas pendentes que talvez precisem esperar um pouco mais do que o necessário e que possam afetar a expansão internacional do modelo. Também denota que da Mercedes-Benz subestimou a capacidade de produção e que não haja capacidade ou flexibilidade de produção em sua fábrica de Kamenz para atender a esse novo cenário.

O consolo para quem estava pensando em adquirir esta opção é que a paralisação de pedidos não afetará o plug-in Classe B no momento, que continuará sendo vendido sem problemas para o qual o novo GLA 250e se juntará em julho que chegará para expandir a oferta de modelos híbridos plug-in desta vez com uma proposta de SUV.

O novo Mercedes Classe A híbrido plug-in é equipado com um propulsor a gasolina associado ao motor elétrico de 75 kW (102 cv) para uma potência combinada de 160 kW (218 cv) e torque máximo de 30,6 kgfm. O A 250e acelera de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos e alcança velocidade máxima de 235 km/h (140 km/h no modo totalmente elétrico).

Em termos de autonomia no modo elétrico, o hatchback pode rodar entre 64 km e 72 km com a carga completa, enquanto o sedã alcança entre 65 km e 73 km (ciclo WLTP). Outro destaque é o consumo homologado de 66,6 km/l e 71,4 km/l, respectivamente, com a bateria totalmente carregada no início do trajeto.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes