Selecione a página

Mercedes-Benz GLE e GLE Coupé ganham motores a diesel com o sistema híbrido leve ISG

Mercedes-Benz GLE e GLE Coupé ganham motores a diesel com o sistema híbrido leve ISG

A Mercedes-Benz está a modernizar a gama de motores de sua série de utilitários esportivos grandes: O novo GLE 300 d 4MATIC e GLE 300 d 4MATIC Coupé oferecem entrega de potência ideal, mas consomem significativamente menos combustível do que seus antecessores. Sob o capô está o atual motor a diesel de quatro cilindros (OM 654 M) com gerador de partida de segunda geração (ISG) integrado com potência de 272 cv. Os dois híbridos leves já podem ser encomendados e estarão disponíveis a partir de novembro na Europa. Os preços começam nos 75.053,30 euros (GLE 300 d 4MATIC) e 79.182,60 euros (GLE 300 d 4MATIC Coupé).

A novidade no motor OM 654 M é fato de estar equipado com um gerador de partida integrado (ISG) de segunda geração. O ISG inclui o sistema elétrico de 48 volts. Ele garante funções como deslizamento, impulso ou recuperação e permite uma significativa economia de combustível. Além disso, inicia partida no motor de forma muito rápida e confortável, de modo que a função start-stop é quase imperceptível. O mesmo se aplica à transição do planeio com o motor desligado para uma propulsão potente com a potência do motor. Em marcha lenta, a interação inteligente entre o ISG e o motor de combustão garante um funcionamento muito suave.

O diesel de quatro cilindros também é muito avançado em termos de tratamento posterior dos gases de escape. O conversor catalítico de NOx armazena óxidos de nitrogênio, especialmente em condições de partida a frio, para que possam ser reduzidos no conversor catalítico SCR quando o motor estiver quente. O DPF (filtro de partículas diesel) com revestimento especial reduz as emissões de partículas. Os dois conversores catalíticos SCR ativos (Redução Catalítica Seletiva) com injeção de AdBlue dosado separadamente permitem a redução efetiva do óxido de nitrogênio em todas as faixas de operação. Esses conversores são instalados próximos ao motor e no piso do veículo.

A tração integral também foi aprimorada: anteriormente, os modelos GLE com motores de quatro cilindros apresentavam uma caixa de transferência que direcionava o torque de tração para os eixos em uma proporção fixa de 50:50 %. O GLE 300 d 4MATIC e o GLE 300 d 4MATIC Coupé possuem a caixa de transferência com embreagem multi-prato controlada eletronicamente. Isso permite uma transferência variável de torque de acionamento de 0-100% (torque sob demanda) entre os eixos. A caixa de transferência totalmente conectada com Torque on Demand também permite uma melhoria na segurança de direção e agilidade na estrada, especialmente nas curvas.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes