Selecione a página

Mercedes apresenta novos motores a gasolina e diesel com sistema de 48V e ISG

Mercedes apresenta novos motores a gasolina e diesel com sistema de 48V e ISG

A Mercedes eletrifica os seus motores a diesel e a gasolina de 2 litros com o sistema de 48 volts e gerador de partida integrado. O novo motor Mercedes de quatro cilindros M254 e OM654 M acabam de estrear nos remodelados Mercedes Classe E cupê.

Em 2016, a Mercedes lançou uma nova família de motores a diesel e a primeira versão foi um OM654 de 2 litros e quatro cilindros, que estreou na classe E de última geração em 2016.

Em 2017, a Mercedes apresentou no Classe S remodelada e a versão diesel com o motor de seis cilindros OM 656 com 286 cv e 340 cv e a versão a gasolina de seis cilindros M256 com sistema híbrido leve e rede de 48V com 367 e 435 cv, respectivamente.

ISG e 48V nos novos motores Mercedes a diesel e a gasolina de quatro cilindros

Agora, os dois novos diesel de quatro cilindros OM 654 M (M modificado) e gasolina M 254 serão equipados pela primeira vez com um sistema elétrico de 48 volts e um gerador de partida integrado (ISG). Isso aumenta a potência máxima em 22 cv e o torque máximo de 18,3 m.kgf na gasolina e 20,3 m.kgf na versão a diesel.

Novos motores serão lançados no Mercedes Classe E

A Mercedes foi o primeiro fabricante a usar o gerador de partida integrado (ISG) em 2017 no motor OM656.

De acordo com o nome, o ISG é um sistema elétrico que pode funcionar tanto como “acionador” (partida do motor e suporte parcial) quanto como “gerador de energia” (gerador). O objetivo desta tecnologia, também conhecida como híbrido leve, reside no aumento do conforto e da economia de combustível.

O pequeno motor elétrico de 22 cv não pode impulsionar o carro sozinho, mas suporta o motor de combustão em acelerações e partida no local, ou seja, exatamente onde o motor de combustão consome mais.

Graças ao sistema elétrico de 48 volts usado, o ISG pode dar partida no motor de combustão com muito mais rapidez e suavidade do que uma partida de 12 volts convencional, oferecendo mais conforto e refinamento. Ao mesmo tempo, o ISG é usado para gerar energia no modo de tração e também pode suportar o motor de combustão com seu torque quando a potência é alta. A Mercedes chama isso de “EQ Boost”.

O OM654 M e o M254 têm uma nova geração do ISG, que está integrada na transmissão automática 9G Tronic. O motor elétrico, a eletrônica de potência e o resfriador da transmissão foram instalados diretamente na transmissão, a fim de reduzir o peso dos componentes necessários (sem cabos) e aumentar a eficiência. Esses mecanismos são muito flexíveis e podem ser adaptados facilmente para uso em ambientes híbridos plug-in.

M254 pertence à mesma família do M256 e possui compressor elétrico alimentado por rede de 48V

O motor a gasolina de quatro cilindros M 254 é um desenvolvimento completamente novo e pertence à mesma família de motores a gasolina de seis cilindros M 256. O trem de 2 litros é a sucessora do M 274 e produz até 272 cv, enquanto o torque máximo é de 40,7 m.kgf de torque.

Uma característica especial dessa família de motores é o compressor elétrico alimentado pela rede de 48V, responsável por aumentar rapidamente a pressão de impulso em baixa velocidade do motor. Uma função de overboost permite que a potência máxima seja aumentada em mais 41 cv por até 30 segundos, quando houver um alto requisito de energia.

A Mercedes alega que o motor OM654 M é o primeiro diesel do mundo com um gerador de partida integrado. O motor revisado quatro cilindros turbo-diesel de 2 litros recebeu um novo virabrequim e o deslocamento aumentou para 1.993 cm³. Ao mesmo tempo, a pressão de injeção é aumentada de 2.500 para 2.700 bar. O novo motor fornece 265 cv e 56 m.kgf de torque (245 cv e 50 m.kgf antes na antiga geração OM 654 na versão de mais alto desempenho). No lado do escapamento, há um compartimento de armazenamento NOX, filtro de partículas e dois conversores catalíticos SCR foram adicionados.

M256 no Mercedes-AMG E 53 4Matic +

O M256 de seis cilindros em linha com ISG também é usado pela primeira vez no facelift da Mercedes Classe E. Nos modelos Mercedes-AMG E 53 4MATIC +, o motor fornece 435 cv e fornece um torque máximo de 53 m.kgf. O gerador de partida fornece brevemente 22 cv adicionais e 25,5 m.kgf.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes