Selecione a página

Eletrificação fará a Daimler ser uma empresa mais digital

Eletrificação fará a Daimler ser uma empresa mais digital

O CEO da Daimler, Ola Kallenius, assegura que a divisão de automóveis Mercedes-Benz terá uma estrutura totalmente diferente em cinco anos. Para começar, a empresa vai encolher para recuperar o verdadeiro prestigio de uma marca de luxo, além de uma indústria automotiva que vê o segmento de carros elétricos e autônomos em constante desenvolvimento.

Os executivos da Daimler estão cientes de que a mudança dos motores de combustão interna se traduzirá em grandes perdas de empregos. Os motores elétricos levam menos tempo e levam menos componentes para serem construídos. Portanto, também são necessárias menos pessoas envolvidas.

“Nos próximos cinco anos, [Daimler] se tornará uma empresa menor. Teremos uma mudança fundamental na pegada industrial do lado do trem de força ”, afirmou Kallenius em uma transmissão da Reuters Events.

Kallenius não faz menção a nenhum corte de custos, reduzindo o número de funcionários no momento. Em vez disso, ele fala em contratar pessoas. Mas os números terão a última palavra. Segundo analistas do ING, as baterias e o motor elétrico dos carros elétricos integram apenas 200 componentes. Comparado a isso, o sistema de transmissão do motor de combustão, com a transmissão incluída, integra no mínimo 1.400 peças.

“Estamos contratando muitos novos engenheiros de software, especialistas em química de baterias e eletrificação. Não temos dúvidas de que a pegada que este produto deixa na Terra precisa ser menor. Isso faz parte da promessa de luxo moderno ”, diz Kallenius.

Daimler marchará em eficiência

A Daimler está marchando com seu futuro EQXX, que deve ser o carro elétrico mais eficiente do mundo, com um alcance aproximado de 1.200 quilômetros. O modelo de emissão zero poderá, portanto, viajar metade da Europa com uma única carga.

Novos ramos da indústria se desenvolverão à medida que os fabricantes de automóveis fornecerão novos serviços digitais. Um novo sistema operacional do veículo que substituirá o atual MBUX (Mercedes-Benz User Experience) em 2024 também está em obras. O sistema permitirá atualizações e adições pelo ar. “Pense nisso como um iPhone. Você pode adicionar a ele. Essa é a beleza ”, explica o presidente-executivo da Daimler.

Fonte: Reuters Events

 

Sobre o autor

Deixe uma resposta

comentários recentes